A Cidade de Palha

Conhecida como "Cidade de Palha", pelas rústicas construções que a formavam na década de 20, a Vila Rubim é um marco na história da cidade de Vitória.

Em 1994, uma tragédia que deixou marcas

Quatro mortos, 35 feridos e dezenas de lojas destruídas. Esse foi o saldo do incêndio que atingiu o mercado da Vila Rubim em 94.

O incêndio de 1994 em fotos

O durante e o depois do incêndio que marcou para sempre a história do mercado da Vila Rubim.

Foram-se a palha, a Coreia e o fogo. Mas a Vila Rubim permanece

Depois de recuperar-se do incêndio, o mercado da Vila Rubim vai, aos poucos, recuperando sua identidade e seu papel principal: o de ser um dos berços da cultura capixaba.

Entre santos e caboclos, a Vila Rubim é o lugar de todas as religiões

O mercado reúne as maiores casas de artigos religiosos do Estado. “Aqui a gente encontra coisas que até Deus duvida”, diz o comerciante Roque Rasseli.

Vendendo ervas medicinais, Roque Rasseli reescreveu sua história

A Vila Rubim é repleta de lojas de ervas medicinais. Mezzo brasileiro, mezzo italiano, Roque Rasseli é o dono da mais conhecida delas: a Pequena Selva.

Peixe e paixão: o comércio que movimenta a Vila Rubim

Todos os dias o mercado recebe pessoas à procura de peixe e de temperos. Algumas delas acabam levando mais que isso.

No ritmo do samba de raiz, o mercado encontra seu tom

Promovido pela Associação de Comerciantes da Vila Rubim, o "Tocando na Vila" educa os mais novos e diverte os mais velhos.

Embaixo da Ponte Seca, o que a sociedade finge não ver

A Ponte Florentino Avidos tornou-se reduto de moradores de rua e usuários de crack. Mas quem são eles?

“As vilas da Vila”

Galeria de fotos, por Manoella Mariano e Luiz Alberto Rasseli